Por que o brócolis é tão saudável?

O brócolis é um vegetal muito rico em Cálcio e Ferro, minerais

 

 Umas das razões são as propriedades anticancerígenas e outros nutrientes que combatem diversas outras doenças. Estudos recentes relataram que o brócolis contêm um elemento químico (fitoquímico) inibidor do desenvolvimento da bactéria Helicobacter pylori (H Pylori), freqüentemente presente em gastrite e úlcera estomacal. O brócolis é um vegetal muito rico em Cálcio e Ferro, minerais importantes para a formação e manutenção de ossos e dentes e à integridade do sangue; possui ainda vitamina A, indispensável à boa visão e à saúde da pele e vitamina C, que se perde durante o cozimento usual. Suas folhas são calmantes, purificadoras do sangue e ricas em minerais.

 

O caldo das flores é calmante, diurético, além de combater as inflamações do tubo digestivo. Tanto as flores como as folhas têm efeito laxativo. Para uma boa compra, basta verificar-lhes os talos e flores, que devem ser verdes e sem marcas de picadas de insetos. Folhas amareladas indicam que a verdura está velha. Ao cozinhar, coloque-os em pouca água fervente com sal e mantenha a panela destampada durante todo o cozimento. Benefícios Terapêuticos . Excelente fonte de vitamina C . Boa fonte de vitamina A e de folato . Quantidades significativas de proteínas, cálcio, ferro e outros minerais . Rico em bioflavonóides e outras substâncias que protegem contra o câncer . Analgésico . Antiinflamatório . Antibiótico, anticoagulante . Combate a dor muscular . Diminui a pressão arterial . Combate viroses . Previne o câncer . Protege o fígado . Reduz o colesterol .

Pouco calórico e com alto teor de fibras Brócolis e repolho ajudam a evitar o câncer de próstata O consumo de três porções diárias de vegetais como brócolis e repolho pode reduzir, até pela metade, o risco de câncer de próstata, revelou um estudo do Centro de Pesquisas do Câncer Fred Hutchinson, em Seattle, nos Estados Unidos. As pesquisas demonstram que os vegetais da família das crucíferas – como brócolis, couve-flor e repolho – são bem eficazes para reduzir o risco da doença, graças aos seus nutrientes. Armando Falconi Filho

Deixe uma resposta