Prótese glútea

Gluteoplastia: A plástica de aumento e remodelagem das nádegas é chamada de gluteoplastia

 

 

Gluteoplastia A plástica de aumento e remodelagem das nádegas é chamada de gluteoplastia de aumento e é bastante procurada por descendentes de japoneses, alemães e italianos, que pelo biotipo, geralmente têm nádegas sem volume e pouco graciosas. Para se dar um novo contorno à região, é colocada uma prótese de silicone especialmente fabricada para esse fim. Não há casos conhecidos de rejeição e a prótese é praticamente imperceptível ao toque, o que proporciona um resultado bastante natural e satisfatório. Pré-operatório A única recomendação, nos dez dias que antecedem à cirurgia, é a suspensão de qualquer medicamento à base de ácido acetil salicílico (como aspirina).

 

Procedimento Cirúrgico A incisão fica discretamente posicionada na região interglútea, imperceptível. Após o descolamento dos tecidos, a prótese é introduzida. Existem algumas variações de técnicas quanto ao posicionamento da prótese, que em geral são colocadas abaixo da fáscia muscular. Pós-operatório O tempo de internação varia de um a dois dias e, na 1º semana, é necessário um bom repouso, deitando-se somente de lado ou de bruços durante 15 dias. Os pontos são retirados por volta do 10º dia e, após duas semanas, as atividades normais podem ser gradualmente retomadas.

As cicatrizes ficam escondidas no sulco entre as nádegas e tendem a desaparecer com o tempo. Durante os primeiros 60 dias, pode haver uma sensação de desconforto ao sentar. Após esse período, a prótese se acomoda de tal forma ao organismo que o paciente praticamente não a sente. O paciente jamais poderá receber injeções intramusculares na região glútea. Fonte: Dr. Ewaldo Bolívar de Souza Pinto

Deixe uma resposta