Talvez você tenha ejaculação precoce…

A ejaculação precoce é um dos problemas sexuais mais comuns entre os homens.

Cerca de 30% dos brasileiros sofrem dessa disfunção. De acordo com o terapeuta sexual especialista em medicina chinesa, Antuán Stauder, das 15 pessoas que participam de cada curso que ele promove há três anos, metade procura ajuda para solucionar o problema. Na opinião dele, isso é um estado temporário com que homens de todas as idades podem infelizmente se deparar. Na maioria das vezes, a causa são os fatores emocionais.

Ejaculação precoce significa falta de controle do orgasmo. Às vezes, um homem com apenas um minuto de penetração atinge a última fase da seqüência sexual: o orgasmo masculino. Para Geralda Paulista, 46 anos, também professora do curso Amor Erótico e terapeuta corporal, a ejaculação precoce é quando o homem não consegue esperar que a mulher também chegue ao orgasmo.

De acordo com alguns terapeutas, mesmo com a ejaculação precoce, a atividade sexual existe, o que acontece na realidade é a insatisfação da mulher e também do próprio homem. ” O ato sexual acontece num tempo muito pequeno, bem menor que o desejado”, explica.

Para reverter essa situação existem várias saídas e soluções. A mais eficaz, na opinião de Antuán, é a terapia sexual, por causa dos exercícios e até da criatividade que as pessoas acabam desenvolvendo. No curso de dez dias, sendo três horas diárias, que ele ministra, os participantes têm, logo na primeira aula, noções básicas do corpo e do ato sexual.

Depois de toda a teoria, os homens que têm ejaculação precoce recebem um outro tipo de atendimento com a fase dos exercícios de controle da ejaculação, que têm três fases: masturbação, sexo oral e penetração. “Se a pessoa tiver uma parceira sexual para ajudar no tratamento, a solução é muito mais rápida. Muitos homens chegam a fazer o curso mais de uma vez para curar o descontrole da ejaculação.”

Deixe uma resposta