Vasectomia conquista os homens

Atualmente, a contracepção tem sido cada vez mais uma responsabilidade

 

 

 

Atualmente, a contracepção tem sido cada vez mais uma responsabilidade dividida entre homens e mulheres O comportamento masculino vem mudando nas últimas décadas. Hoje é comum o homem dividir com a mulher a responsabilidade da contracepção e muitos têm recorrido à vasectomia para evitar filhos. O método contraceptivo vem ganhando adeptos devido à perda do preconceito masculino e a segurança do procedimento. “Recentemente houve uma regulamentação legal para realização de vasectomia em nosso país. Contudo existe uma grande dificuldade da notificação destas cirurgias, o que dificulta uma avaliação estatística segura, porém podemos observar uma maior freqüência na sua execução”, afirma o andrologista Eduardo Pimentel, da equipe do Instituto Verhum, clínica especializada em tratamentos de reprodução assistida.

 

O médico avalia que quando a cirurgia é realizada por volta dos 30 anos de idade existe uma chance de 10% de haver o arrependimento, justamente pelo acréscimo do número de divórcios seguidos de novas uniões. Caso o homem queira ter mais filhos é possível recorrer à cirurgia de reversão da vasectomia e a tratamentos de reprodução assistida. A vasoanastomose é a reversão feita por uma microcirurgia de recanalização dos vasos deferentes (responsáveis pelo transporte do esperma). No processo de reprodução assistida é feita a aspiração de espermatozóides diretamente dos testículos. Dr. Eduardo explica que os melhores resultados na reversão da vasectomia são obtidos até no máximo 10 anos após a cirurgia. “Para os pacientes que ultrapassaram este prazo a opção é a aspiração de espermatozóide testicular para fertilização artificial”, explica. Fonte: www.eagora.com.br

Deixe uma resposta