Verão exige cuidados especiais na alimentação

Festas, exageros, calor demasiado. No Brasil, a passagem de ano, época

 

 

Festas, exageros, calor demasiado. No Brasil, a passagem de ano, época de abusos na mesa e no copo, emenda com o verão, uma estação cada vez mais quente, sufocante, quando os alimentos se deterioram com mais rapidez e que, por isso mesmo, requer maior atenção com a saúde. Problemas como diarréias, vômitos e desidratação costumam acontecer quando não se obedecem aos limites que o tempo exige. Como é comum a alteração de hábitos alimentares nesta época, deve-se optar por alimentos que hidratem e compensem as perdas de sais minerais. Acompanhe os 10 mandamentos ditados pela Secretaria Estadual da Saúde para manter o corpo saudável: Fique atento: • Ingira muita água. Sucos naturais frescos (feitos com higiene) e água de coco são boas opções para bebidas; • Prepare os alimentos o mais próximo possível do horário de consumo;

 

• Mantenha alimentos e bebidas refrigerados em temperaturas preferencialmente abaixo de 5º C; • Siga as instruções dos fabricantes com relação à armazenagem de alimentos. Observe o prazo de validade; • Ao consumir bebidas com vegetais, como caldo de cana, verifique as condições de higiene, como se a matéria-prima não está em contato com o solo e se não há insetos ou pragas no local e se os manipuladores estão com as mãos limpas; • Utilize apenas gelo que esteja conservado em condições satisfatórias, ou seja, com higiene e embalagem fechada; • Substitua frituras por alimentos assados, assim como o sorvete de massa por picolé, especialmente de frutas. Queijos amarelos podem ser trocados por queijos brancos; • Verduras, ovos, carnes, pescados e laticínios sempre devem ser refrigerados; • Verifique e reclame às autoridades sanitárias de más condições de higiene observadas em barraquinhas, bares e restaurantes; • Não consuma alimentos expostos a más condições de higiene (proximidade com insetos, lixo, temperaturas inadequadas). Mirian Ribeiro

Deixe uma resposta